domingo, 23 de novembro de 2008

Vídeo No espaço!!!!!

Viver no Espaço… não é o mesmo que viver na Terra. No entanto, existem muitas semelhanças já que a vida e a atividade dos astronautas, tal como na Terra implica que ele tenha as mesmas necessidades de se alimentar e descansar e de se manter em boa forma física e mental. A forma de fazer tudo isto é que tem que ser algumas vezes modificada para se adaptar às condições no Espaço. Uma parte importante, também como acontece aqui na Terra é o trabalho, que como deves imaginar é muito interessante.

No final um vídeo muito legal!!!

COMO SE RESPIRA?
Para respirar é necessário que exista oxigénio dentro dos veículos espaçais. Por exemplo, a bordo da Estação Espacial Internacional, o oxigénio necessário é obtido a partir da água, que é formada por oxigénio e hidrogénio. Os outros gases provenientes do funcionamento do corpo humano, como o dióxido de carbono produzindo em grande quantidade, são eliminados para o espaço. A água necessária para consumo e para obter oxigénio é transportada em parte para a Estação, mas uma grande parte é reciclada a partir do vapor de água da transpiração, da urina e da água já utilizada.
No vaivém espacial o oxigénio necessário para uma missão, que dura 1 a 2 semanas, é transportado em garrafas.
Existem também a bordo, maneiras de produzir oxigénio de recurso, do tipo dos que se usam nas máscaras de emergência dos aviões.

Higiene diária

Na Terra precisamos de tratar da nossa higiene. E os astronautas também, mas, no espaço esta tarefa dá um pouco mais de trabalho. Não existem casas de banho como nós temos em casa. Mas, os astronautas também têm as suas escovas e pastas de dentes, pentes e lâminas de barbear. O problema é que não há um lavatório e ao lavar os dentes os astronautas têm que usar um lenço para deitar fora a pasta e água de lavagem. Os banhos também são diferentes. Os astronautas usam champôs e sabonetes especiais: não precisam de água para serem tirados. Depois de se lavarem usam uma toalha para os limpar. Estes champôs e sabonetes são usados nos hospitais, para os doentes que não podem contactar com água.

O que é o almoço?

Imagina que vais acampar uma semana inteira com vários amigos. Precisas de levar comida suficiente e qualquer coisa para a cozinhar e aquecer e uns garfos, facas e colheres. A comida tem que ser guardada convenientemente e não se pode estragar para não teres que a deitar fora. Depois de acabar o teu acampamento tens que guardar todo o equipamento e deitar fora o lixo de maneira adequada.
Pois os astronautas fazem justamente o mesmo, quando vão para o espaço. A preparação da comida depende do seu tipo. Algumas coisas podem ser comidas na sua forma natural, como as bolachas e a fruta. Outros alimentos precisam que se lhes junte água, como por exemplo os macarrões o queijo ou o esparguete. Para não pesarem tanto e se conservarem bem, estas coisas são levadas para o espaço sem água (diz-se que estão liofilizadas). Nas naves existe um forno ou um micro-ondas para aquecer a comida. Mas, não se usam frigoríficos no espaço, para não gastar energia e por isso a comida tem que ser guardada e preparada de maneira a que não se estrague, especialmente nas missões mais longas.
Os astronautas usam condimentos como o ketchup, a mostarda e a maionese. O sal e a pimenta são usados mas em forma líquida, por que é impossível espalhar os sólidos em pó na comida. Como não caem ficariam espalhados em toda a nave. Pode imaginar-se o festival constante de espirros, já para não falar nos problemas que podiam causar nos olhos, na contaminação dos equipamentos e no entupimento das condutas de ar.
Os astronautas comem três refeições por dia: pequeno-almoço, almoço e jantar. Os nutricionistas preparam dietas equilibradas com vitaminas e minerais de acordo com as necessidades de cada astronauta. Eles podem escolher uma grande variedade de alimentos, quase como aqui na Terra: fruta, legumes, frutos secos, manteiga, frango, marisco, doces, bolachas, etc.. E as bebidas podem ser café, chá, sumo de laranja e de outros frutos e gasosa.


video

Um comentário:

Anônimo disse...

E bué fixe , principalmente quando a comida vem parar a nossa boca